Pular para o conteúdo principal

A dor que dói mais - Martha Medeiros


Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.

Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Doem essas saudades todas. 

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.

(texto de Martha Medeiros)

Comentários

  1. Martha Medeiros é fantástica. *-*

    http://www.morfinagridoce.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro. Ela fala de uma forma simples e tocante.
      beijinhos ♥

      Excluir
  2. Saudade é difícil mesmo, e algumas duram pra sempre.
    Lindo texto.
    http://belezaparatodass.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo *-* Martha Medeiros ♥
    Affz não tem coisa pior que saudades :/
    Beijos, lindo post!
    http://www.omelhordemim.com/

    ResponderExcluir
  4. Que texto mais lindo!

    Estou em parceria com uma amiga, estou ajudando ela com os posts do Blog pessoal dela. O blog é super fofo e tem novidades sobre diversos temas: maquiagem, tutoriais, dicas de filmes, livros e seriados, look do dia e muito mais.
    Olha esse post que fiz sobre o look do dia: http://www.baudamalu.com/2014/05/look-do-dia-tarde-na-mantiqueira.html#comment-form
    Espero que goste!

    E esse é o meu blog de fotos: http://aecphotographer.blogspot.com.br

    Super beijo linda!

    ResponderExcluir
  5. Martha é tudo né?! Já leu "Tudo que eu queria te dizer?" É dela também! O livro é ótimo! São várias cartas de várias pessoas com tudo que elas gostariam de ter dito umas para outras, contudo não tiveram tempo ou coragem. Se você curti esse tipo de leitura, vale a pena dar uma olhada ;) Bjaum gata!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Cartinha e mimos recebidos

Desde quando nasceu o projeto Old Mail, a minha maior vontade era fazer da blogosfera um lugar mais cheio de amor. E tem coisa melhor que receber cartinhas via correios? Não, não tem coisa mais singela. Sou apaixonada por cartas. E o melhor de tudo é trocar cartinhas com blogueiras incríveis. Juro, se eu pudesse, trazia todas as blogueiras que eu gosto para o nosso grupinho Old Mail. Seria ótimo poder conhecer todas elas, saber suas histórias e me sentir amiga intima ahaha... Uma carta é algo bem confidencial, você conta coisas que passariam batidas numa conversa rápida via internet. Por isso, me sinto amiga de todas as meninas que troco cartinhas. Parece que as conheço a muito tempo e isso é uma experiência que não tem preço.
Esse envelope cheio de amor, foi enviado pela Erika Tinageiro. Desde que conheci a Érika, fiquei apaixonada por suas ilustrações. Ela tem blog, mas posta mais na fanpage. Passem lá pra dar uma espiada.

Dentro do envelope veio: uma cartinha linda e adorei conhece…

Ensaio - Kelen e Samuel

Passando para mostrar um pouquinho das fotos que fiz, do casal Kelen e Samuel. Preparei o cenário, como se fosse um piquenique, com direito a marshmallows e balinhas. Foi muito gostoso fotografar os dois, deu pra sentir o amor e carinho que eles tinham um pelo outro. Sou muito grata por esses momentos e é isso que faz ser apaixonada por fotografia. Adoro registrar momentos, congelar emoções. 
Foram quase duas horas de ensaio, com direito a muitas fotos. Exploramos todos os espaços do Golf Club, um clube muito bonito aqui de Rosário. Ainda não conhecia o lugar e arrisco a dizer que é um dos locais mais bonitos aqui da cidade. 

Quem quiser ver as outras fotos do ensaio, só clicar aqui

As ilustrações de Morgane Carlier

Esses dias, achei por um grande acaso, o perfil de uma ilustradora e fiquei me perguntando: como eu ainda não conhecia seus trabalhos? Sou apaixonada por ilustrações, se pudesse cada mês o blog teria uma nova haha, pois também adoro mudar as coisas. 
Fiquei fuxicando o perfil da ilustradora Morgana e já de cara pirei com os traços dela. Lógico que saí feito louca procurando mais do seu trabalho. Encontrei o site, que vocês podem espiar à vontade e com certeza irão se encantar também. Morgana é uma ilustradora francesa, viciada em chás, vestidos, coisas vintage, gatos e bolos Separei todas as ruivinhas simpáticas, com suas roupas românticas, meio retro e super fofas. Achei que valia super a pena compartilhar com vocês. Na verdade, a Morgana também é ruiva e suspeito que essas são mini Morganas. Achei todas muito estilosas. Adoro vestidos com meia calça, roupas floridas, cores neutras, casaquinhos, sapatilhas e tatuagens. Quem ama também? Gostei demais e vocês o que acharam? Vou deixar as …